Suq, o mercado árabe tradicional: história e negociação


Autora: Beatriz Negreiros Gemignani

06/06/2020

ما بين بابَيْ عينِ سَعْنةَ واليَمنْ سوقٌ تُباع به القلوبُ بلا ثَمَنْ Entre as portas de Ain Saana e o Iêmen há um mercado onde vendem-se corações sem preço – Salim Ibn Muhammad Ibn Salim Addarmki, poeta omani –


Suq, o mercado árabe tradicional: história e negociação

O سوق suq – mercado tradicional – desempenha papel central na cultura árabe, desde antes do advento do islã. A função do mercado ia além do comércio, representando também papel social e político. As diversas tribos árabes se reuniam uma vez por ano não somente pelas atividades comerciais, mas também como ocasião de estabelecer acordos e, sobretudo, para as competições literárias. Os poetas eram porta-vozes de sua tribo, declamando os poemas para vangloriar-se e divulgar suas glórias. O mais famoso mercado pré-islâmico é o سوق عكاظ Suq Ukaz, onde ocorreram diversas apresentações e competições poéticas, palco das famosas معلقات  mu’allaqat, os “poemas suspensos”, os mais expressivos poemas da época pré-islâmica, de impressionante rigor métrico e de rima. O Suq Ukaz teria sido destruído um século após o advento do islã, provavelmente por ser também uma ocasião religiosa de idolatria; porém, foi recentemente recriado na Arábia Saudita, onde a cada ano são homenageados diferentes poetas.

Um suq antigo sempre ativo no mundo árabe é Suq Nizwa, no Sultanato de Omã, onde antigas tradições seguem atuais. Numa típica sexta-feira, o pátio principal do mercado enche-se de animais, principalmente carneiros e ovelhas, que são vendidos numa espécie de leilão. Há um desfile dos animais, e o público em volta analisa e negocia o que lhe interessa (vide foto). Além da venda de gado, Suq Nizwa possui diversas outras seções como um típico mercado árabe, onde podemos encontrar mercadorias locais, artesanais e tradicionais: produtos em ouro, prata, cobre, madeira e cerâmica; joias, especiarias, grãos, verduras e frutas. É também um local para comprar e tomar um típico café omani, com cardamomo e acompanhado de tâmaras, e para adquirir o tradicional doce omani - الحلوى العمانية. A halwa omani pode ser preparada com certos ingredientes especiais, como هيل cardamomo, زعفران açafrão e ماء الورد água de rosas.

Elemento essencial na cultura árabe, uma visita ao suq implica exercitar a arte da negociação. Encare como um momento de descontração, uma oportunidade de socializar e trocar ideias, pois ir direto ao ponto pode desfavorecer seu bolso. Veja a seguir um diálogo simples de compra e negociação no Omã.

Cliente: Que a paz esteja com você.                                                          الزبون: السلام عليكم                           

Comerciante: E com você também.                                                           التاجر: وعليكم السلام                            

Cliente: Quanto custa isso?                                                                            الزبون: بكم هذا؟                            

Comerciante: Seis riais omanis.                                                                     التاجر: بستة ريال                             

Cliente: Muito caro, qual o último preço?                                         الزبون: غالي واجد،  كم آخر؟                        

Comerciante: Cinco riais.                                                                            . التاجر: خمسة ريال 

Cliente: Quatro riais, tá bom?                                                            الزبون: أربعة ريال, زين؟     

Comerciante: Tá bom.                                                                                          التاجر: زين